22 novembro 2010

O Homem aprende, ensina, ri, chora e parte.

Em jeito de singela homenagem a um homem com quem aprendi, com quem ri e chorei, que foi à sua maneira uma referência para mim, deixo a republicação de um texto cómico de 30 de Julho de 2007.

Obrigado Avô Tonho Félix.


30 Julho 2007

Salas da Pinga... obrigado mas NÃO

Depois das discussões geradas à volta das "Salas de Chuto", eis que o Governo decide agora criar as "Salas da Pinga"...

in Cavalheiros do Apocalipse

Manifesto-me, desde já, CONTRA a criação destas salas da pinga. São um atentado ao bom vinho carrascão que se produz todos os anos no Cartaxo (considerada grande capital do vinho) e Vila Chã de Ourique (a verdadeira capital do vinho e das melhores adegas e tascas da região quiçá do Mundo).
Quem sobreviveria sem o convívio habitual e diário no Manuel da Eduarda (Ribeira do Cartaxo) e no Rogério da Caldeira, no Zé Neves e no Manel Casqueiro (mais conhecido por Muleta Negra) - todos do Cartaxo.
E em Vila Chã de Ourique?? Alguém no seu perfeito juízo consegue imaginar um fim de tarde que seja sem passar pelo bom Tonho da Costa e pelo Caleijo, a confraternização na Viúva do Zé Ramalhico e no Francisco Guarda, os bons copinhos no Joaquim Travessa e no Zé Benavente, as almoçaradas no Largo do Gil, a camaradagem no Tonho Rui e no Umberto, e a convivência no Ferrador e na Bela?? Sem desprimor para essa bela casa que é a Quinta do Boero com os seus belos petiscos (só que esta é de outra divisão :) "Há muita coisa por aí, é preciso é ter a cabeça fresca".

Os meus agradecimentos ao Avô Filipe Casimiro e Avô Tonho Félix que foram parte essencial nesta incursão pelas raízes e tradições do Bom Carrascão, nunca viraram a cara à luta quando lhes ofereceram "vai mais um copinho ó Toino?" e "vá bebe mais um que tá a acabar ó Filipe!".

Sem comentários: