05 março 2010

Rota da Tapada dá a conhecer o património natural e histórico do Cartaxo

A Rota da Tapada é o primeiro percurso pedestre homologado do concelho do Cartaxo, que permite desfrutar da beleza natural e paisagística da zona ribeirinha do Tejo. Entre Porto de Muge e Palhota, com passagem por Valada e Reguengo, o trajecto permite apreciar a fauna, a flora, a paisagem, a arquitectura, as gentes locais, o artesanato e a gastronomia que convivem à beira-rio.

O percurso é realizado, na sua maior extensão, sobre a tapada que protege a lezíria das águas do rio Tejo. Com 7,5 quilómetros de extensão, uma duração prevista de duas horas para ser cumprido e um grau de dificuldade baixo, o percurso está devidamente sinalizado e pode ser efectuado livremente, sem a necessidade de guia ou outros recursos de apoio.

O trajecto tem início junto à ponte Rainha D. Amélia, em Porto de Muge. A sinalética amarela e vermelha conduz a caminhada até Valada. Depois do pequeno aglomerado de casas brancas, alinhadas junto à tapada, que constitui a localidade do Reguengo, o encontro com o rio volta-se a fazer na aldeia avieira da Palhota, aldeia típica de pescadores, com casas construídas de madeira, tipo palafitas.

Pelo facto do concelho do Cartaxo apresentar excelentes condições para a prática de caminhadas, e considerando o aumento dos praticantes e interessados por esta actividade, a autarquia está a preparar um conjunto de outras rotas por diferentes zonas do concelho.

in O Mirante

Sem comentários: