12 dezembro 2009

Município do Cartaxo distinguiu personalidade e entidades nos 194 anos de elevação a concelho

Três personalidades e três instituições do concelho do Cartaxo foram distinguidos com diplomas e medalhas de mérito municipal durante a celebração do 194.º aniversário da elevação do Cartaxo a concelho, realizada na tarde de quinta-feira, dia 10.

Hélia Baptista, que durante 25 anos dirigiu a Escola Secundária do Cartaxo e que desde 2005 é eleita do PSD na assembleia municipal, foi umas das personalidades distinguidas. Idêntico reconhecimento público foi atribuído a Rogério Coito. Historiador nascido na Ereira, publicou quatro livros e foi deputado municipal de 1996 a 2009 pela CDU. João Esteves Pratas, natural do Cartaxo, integra os quadros da EDP em 1984 e, desde 2007, trabalha na direcção de manutenção da EDP, em todo o território. Foi vereador da Câmara do Cartaxo em 1984 e 1985, membro da assembleia municipal durante 16 anos, oito dos quais como presidente (1994-2002). Esteve ainda ligado ao associativismo local no Ateneu Artístico Cartaxense, Sport Lisboa e Cartaxo e fundou o Centro de Ocupação de Tempos Livres do Jardim de Infância do Cartaxo.

Distinguidos pela município foram ainda três entidades. A Delegação da Cruz Vermelha do Cartaxo, que existe desde 1980, pelos serviços prestados no domínio da acção social, saúde, formação, ajuda humanitária internacional, recrutamento de voluntários e outras acções solidárias. Conta com 21 funcionários e 20 voluntários.

O centro de Dia de Pontével, instituição que desenvolve as valências de centro de dia, e apoio domiciliários foi inaugurado em 1989. Serve 38 utentes no centro de dia e mais 17 em apoio domiciliário. A terceira instituição a ser distinguida foi a Associação de Protecção de Animais Abandonados do Cartaxo, criada em Maio de 1990, e que hoje trabalha com canil-gatil municipal, centro de bem-estar animal e clínica veterinária.

in O Mirante

Sem comentários: