28 dezembro 2009

Câmara de Abrantes compromete-se a incluir propostas de jovens no Orçamento

A Câmara de Abrantes convidou os jovens do concelho a apresentarem propostas para o Orçamento camarário, procurando “incentivar” os jovens a “participar na gestão da coisa pública.

Em declarações à Agência Lusa, a presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque, explicou que vai ser disponibilizada “uma fatia inicial” de 50 mil euros para ser gerida pelas associações juvenis do concelho.

Serão essas associações a decidir o modo de uso das verbas, “seja no apoio a uma actividade de relevo para a comunidade, seja num espectáculo de cariz cultural ou o início de construção de uma obra física que os jovens sintam como uma necessidade”.

“Esta é uma medida absolutamente inédita em Abrantes e significa um primeiro passo no sentido de trazer os jovens para a causa pública, para que aprendam e se familiarizem com a gestão dos recursos públicos”, disse a responsável, tendo acrescentado “querer” aumentar a verba em próximos orçamentos e alargar a iniciativa a outros projectos e outras faixas etárias.

“Queremos experimentar com este primeiro desafio, um projecto-piloto que a autarquia lança este ano e que quer, depois, aumentar, melhorar e ampliar, no sentido de colocar a população a interagir com o poder local”, afirmou.

Céu Albuquerque adiantou que vai propor a realização de uma Assembleia Municipal extraordinária que conte com a participação dos jovens do concelho, “para os envolver e consciencializar para a gestão da causa pública”, criem grupos de trabalho que “privem e acompanhem de perto” o trabalho desenvolvido no dia a dia, quer pela presidente da autarquia, quer pelos vereadores em exercício.

Com gestão centralizada no Gabinete de Apoio à Presidência, o designado orçamento participativo vai ter uma gestão partilhada pelos jovens com assento no Conselho Municipal de Juventude, órgão em que poderão discutir e decidir sobre como usar a verba disponibilizada.

in O Mirante

Sem comentários: