23 outubro 2009

Sócrates apresentou Governo

O primeiro-ministro José Sócrates já apresentou ao Presidente da República, Cavaco Silva, a composição do próximo governo. Duas das novidades são as escolhas de Isabel Alçada para a pasta da Educação e de Alberto Martins, ex-líder parlamentar do PS, para a Justiça.

Augusto Santos Silva transitou dos Assuntos Parlamentares para a Defesa e Vieira da Silva para a Economia. Permanecem Luís Amado (Negócios Estrangeiros), Teixeira dos Santos, (Finanças), Pedro Silva Pereira (Presidência), Rui Pereira (Administração Interna), Ana Jorge (Saúde) e Mariano Gago (Ciência, Tecnologia e Ensino Superior).

Além de Isabel Alçada, o governo contará com mais quatro mulheres: Ana Jorge, que permanece na Saúde, Dulce Pássaro entra para o Ambiente e Ordenamento do Território, Maria Gabriela da Silveira Ferreira Canavilhas entrará para a Cultura e Maria Helena dos Santos André irá para o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social

A posse dos novos ministros será na segunda-feira, às 12h, no Palácio da Ajuda, segundo comunicado da Presidência da República.

COMPOSIÇÃO DO NOVO GOVERNO

PERMANÊNCIAS

Luís Amado, ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros

Teixeira dos Santos, ministro de Estado e das Finanças

Pedro Silva Pereira, ministro da Presidência

Rui Pereira, ministro da Administração Interna

Ana Jorge, ministra da Saúde

Mariano Gago, ministro a Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

TRANSIÇÕES DE PASTA

Augusto Santos Silva, ministro da Defesa Nacional (ex-Assuntos Parlamentares)

Vieira da Silva, ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento (ex-Trabalho e da Solidariedade Social)

NOVIDADES

Alberto Martins, ministro da Justiça (ex-presidente da bancada parlamentar do PS; ministro da Reforma da Administração Pública num dos governos de António Guterres)

António Manuel Soares Serrano, ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas (professor catedrático da Universidade de Évora, ex-director do gabinete do planeamento de política agro-alimentar do Ministério da Agricultura, presidente do conselho de administração do Hospital Espírito Santo, em Évora)

António Augusto da Ascenção Mendonça, ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (professor catedrático do Instituto Superior de Economia e Gestão e ex-presidente do conselho directivo)

Dulce dos Prazeres Fidalgo Álvaro Pássaro, ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território (presidente do Instituto de Resíduos e vogal do Instituto Regulador do Instituto de Água e Resíduos)

Maria Helena dos Santos André, ministra do Trabalho e da Solidariedade Social (secretária-geral adjunta da Confederação Europeia de Sindicatos, responsável pelo Diálogo Social Europeu e Política Social Europeia)

Isabel Alçada, ministra da Educação (ex-administradora da Fundação de Serralves; professora adjunta da Escola Superior de Educação de Lisboa; comissária do Plano Nacional de Leitura)

Maria Gabriela da Silveira Ferreira Canavilhas, ministra da Cultura (ex-presidente da Associação Música, Educação e Cultura, com tutela sobre a Orquestra Metropolitana de Lisboa, membro do Conselho Directivo da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento; directora regional da Cultura da Região Autónoma dos Açores)

Jorge Lacão, ministro dos Assuntos Parlamentares (deputado e ex-presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista (1995-1997). Exerce actualmente funções como Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros.

João Tiago Silveira, secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros (ex-advogado da Sociedade de Advogado Morais Leitão, ex-secretário de Estado da Justiça, ex-porta-voz do Partido Socialista)

in DN

Notas biográficas dos novos Ministros do XVIII Governo


Sem comentários: