11 julho 2009

Novo provedor de Justiça eleito por maioria esmagadora

198 votos dos deputados em 217

O novo provedor de Justiça, Alfredo José de Sousa, foi eleito no Parlamento por 198 votos a favor num universo de 217 votantes.

Ao fim de um ano de impasse, o candidato conjunto do PS e do PSD ultrapassou largamente os dois terços exigidos pela Constituição, que neste caso seriam 144 votos.

Apesar do consenso de todos os partidos em torno do nome do ex-presidente do Tribunal de Contas, em voto secreto houve quatro deputados que disseram “não” ao nome de Alfredo José de Sousa, além de 10 abstenções, três votos nulos e dois brancos.

Nas últimas eleições parlamentares da legislatura, foi também eleita Teresa Caeiro como vice-presidente da Assembleia da República em substituição de Nuno Melo, que renuncia ao mandato depois de ter sido eleito eurodeputado. A deputada do CDS-PP obteve 168 votos a favor, contra 35 brancos e 14 nulos.

in Público

Sem comentários: