07 julho 2009

Autárquicas 2009 - Cartaxo (16)


BE quer crescer e tirar a maioria do PS no Cartaxo

O BE do Cartaxo apresenta-se às eleições autárquicas de 11 de Outubro com o objectivo de reforçar a sua votação no concelho e de tirar a maioria absoluta ao PS para dar mais voz à população nas grandes decisões do concelho.

O presidente do secretariado concelhio e deputado municipal, Francisco Colaço, surge como cabeça de lista à câmara, enquanto Pedro Mendonça é o primeiro da lista à assembleia municipal.

A apresentação decorreu sexta-feira e reuniu mais de meia centena de apoiantes num restaurante da cidade. Notada foi a presença de Elvira Tristão, ex-vereadora socialista da autarquia, que diz ter ido apoiar o amigo Pedro Mendonça.

As críticas dos bloquistas ao executivo de Paulo Caldas fizeram-se sentir em força. Segundo Francisco Colaço há que tomar três atitudes na condução dos destinos do município: democratizar, ao acabar com a instalação da monarquia de interesses; desenvolver, atraindo empresas com fins ambientais e que levem para o concelho empregos qualificados; e dignificar, para reinstalar a república no Cartaxo. “Estamos no fim de um ciclo. Há que apostar numa política social solidária devido a mais uma crise do capitalismo e ouvir as populações, dar voz aos munícipes”, sublinhou o candidato.

De Pedro Mendonça, ex-director artístico do Centro Cultural do Cartaxo, surgiram ainda críticas mais duras à gestão socialista. A cabela de lista à assembleia lembrou que a autarquia decidiu vender o campo da Feir em hasta pública para criar um parque urbano quando não se vendem as casas que existem. Pedro Mendonça diz que se tratou de uma decisão de vergonha, sem planos, sem estudos e sem debate. “A venda do campo da Feira em leilão não será a venda da nossa alma, não nos venderemos a troco das contas de mercearia da câmara. E Caldas terá de decidir se é ajudante da autarquia ou ajudante de empreiteiros”, acusou.

O BE aposta na criação de orçamentos participativos e debatidos, na criação de redes de voluntários de apoio à rede social, na realização do levantamento e classificação de edifícios com interesse municipal e de uma política ambiental que aposte na criação de um ou dois parques verdes na cidade e de pequenos jardins em zonas mais confinadas.

Além das apostas em Francisco Colaço e Pedro Mendonça o BE quer ainda ganhar mais mandatos na assembleia municipal com Odete Cosme e Sandra Garradas. O slogan da campanha é “Bloco de Esquerda, Socialistas de confiança”.

O dirigente nacional do BE, Fernando Rosas, aproveitou para destacar que o partido é a alternativa de esquerda socialista e popular para sustentar e melhorar os sistemas públicos de saúde, ensino, segurança e social. Deixou o repto para que se consiga um grande resultado eleitoral nas eleições legislativas de Setembro que catapulte o BE para um resultado semelhante nas autárquicas de 11 de Outubro e “se ponha fim a 30 anos de poder corrupto, burocrático e, em muitos casos, contra o interesse das populações”, concluiu.

in O Mirante

Sem comentários: