29 junho 2009

Assembleia da Madeira pagou pareceres para iniciativas do PSD

Projecto de revisão constitucional do PSD pago pelo erário público

Encomendados por ajuste directo a juristas da área social-democrata, pareceres custam em média mais de 25 mil euros

A Assembleia Legislativa da Madeira (ALM) tem pago pareceres jurídicos para fundamentar, ou justificar a posteriori, projectos de resolução, iniciativas legislativas ou meros caprichos eleitoralistas do PSD regional. Custam, em média, mais de 25 mil euros cada e, na generalidade, são encomendados por ajuste directo a juristas da área social-democrata, actuais ou ex-deputados.

in Público

ver notícia na integra AQUI.

Sem comentários: