18 maio 2009

Parabéns amigo Dinis!

Sentido de dever cumprido

Depois de seis anos de curso, Dinis confessa estar muito feliz por ver o fim e libertar os pais, no Cartaxo, do encargo que têm com a sua educação. De hoje a um ano espera estar "numa cidade longe de Lisboa, num hospital, a começar uma vida nova" e a fazer aquilo que sempre sonhou, exercer medicina. "Tem sido um ano de muitas emoções. Tudo o que faço, tenho noção que não vou fazer novamente e por isso não quero perder nada", explica. Muito menos a Bênção dos Finalistas. Mas está muito confiante. Um sentimento que nasce do sentido de dever (e sonho) cumprido, de gostar do que faz, e também de não ter de se preocupar com a integração no mercado de trabalho, ao contrário de muitos colegas de outros cursos. "Sei que durante os próximos seis ou sete anos, dependendo da especialidade que escolher, terei emprego", diz.

- Dinis Mesquita

- 24 anos (1985)

- Aluno do curso de Medicina da Fac. Ciências Médicas da Uni. Nova

- Vai escolher a especialidade e fazer o internato

in DN

Sem comentários: