02 janeiro 2009

Espero que não se fique apenas pela intenção... como em outras situações.

Cartaxo quer reabilitar centro histórico

No âmbito de um plano de reabilitação urbana do centro histórico da cidade, a Câmara Municipal do Cartaxo anunciou a sua adesão à futura sociedade intermunicipal de reabilitação urbana da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT).

A Câmara, que se prepara para subscrever o acordo para-social da futura empresa que integra todos os municípios desta associação, vai suportar um custo de 44 mil euros na adesão a este projecto.

A nova empresa intermunicipal prevê a recuperação dos centros históricos, incluindo o do Cartaxo, com a excepção de algumas ilhas que ficaram de fora da já delimitada Área Crítica de Recuperação Urbanística.

"Discordo porque as freguesias do concelho ficaram de fora deste processo de recuperação, dada a sua riqueza patrimonial, histórica e cultural", disse à Lusa o vereador da CDU, Mário Júlio Reis.

No âmbito da recuperação do património construído, Mário Júlio Reis confessa que gostaria de ver reconstituído o antigo Pelourinho, "deitado abaixo pelo camartelo do progresso", no início do século passado.

Os fragmentos do Pelourinho, devidamente numerados, serviram para edificar o fontanário que se encontra junto à Casa de Santa Cruz, onde funcionou o antigo hospital.

"O Pelourinho do Cartaxo data de 1816 e é um símbolo da nossa autonomia administrativa, conquistada em 1815, comemorada a 10 de Dezembro", lembrou o mesmo.

in O Ribatejo

Sem comentários: