28 outubro 2008

Avipronto investe 15 milhões de euros

Está tudo a postos para o arranque da construção da nova unidade fabril da Avipronto na zona de actividades económicas do Casal Branco, na freguesia de Pontével, Cartaxo, num investimento de 15 a 20 milhões de euros que vai criar cerca de 250 postos de trabalho. O presidente do conselho de administração da empresa, Armando Almeida, disse à Lusa lamentar que um investimento cuja necessidade foi sentida há três anos, num momento de "forte crescimento", se tenha arrastado por razões "exclusivamente burocráticas", acabando por acontecer num momento de retracção dos mercados.

Depois de uma prospecção junto de vários municípios da zona, o protocolo com a Câmara do Cartaxo foi assinado em Fevereiro de 2007, mas a assinatura da escritura de transmissão do terreno, que permite dar início à construção da unidade, só foi concretizada na sexta-feira, 17 de Outubro. Apesar do momento que a economia mundial atravessa, a Avipronto vai avançar com o investimento, de forma faseada, esperando estar a iniciar a actividade no final de 2009, afirmou. A unidade a construir no Cartaxo, além da industrialização da carne de frango, vai albergar a sede da empresa.

O presidente da Câmara do Cartaxo, Paulo Caldas, disse à Lusa que esta unidade é a primeira a instalar-se na zona empresarial do Casal Branco, ocupando 5,2 hectares dos 17,8 hectares de área total. Em Novembro, vai avançar a instalação de uma unidade de produção de vidros na mesma zona, nomeadamente para o sector da aeronáutica, acrescentou. Paulo Caldas adiantou que os dois investimentos vão gerar mais de 600 postos de trabalho "a curto/médio prazo", em investimentos que rondarão os "40 a 60 milhões de euros". O autarca adiantou que a Avipronto fará a infra-estruturação colectiva do espaço, que tem ainda 10 lotes para venda, estimando a criação, a prazo, de 1.500 postos de trabalho. Paulo Caldas revelou ainda que as empresas que se instalam comprometem-se a angariar mão-de-obra prioritariamente no concelho.

in O Ribatejo

Espero que a questão ambiental e de qualidade de vida dos habitantes tenha sido salvaguardada nestes investimentos importantes para o concelho do Cartaxo.

Sem comentários: