09 agosto 2008

FEIRA DA GASTRONOMIA - Da serra, ao mar, passando pela planície

Quem entra no espaço reservado à IX Feira Gastronómica do Atlântico depara-se com o restaurante “A Cabicanca”, um marco deste evento, que este ano participa pela oitava vez nas festas da Praia da Vitória.

Belmira Pires, a proprietária, considera tão positiva a sua experiência de oito anos na feira gastronómica que pondera, ainda este ano, abrir um restaurante na Terceira.

“ Tenho já uma boa clientela que se foi mantendo ao longo destes anos, as pessoas apreciam a comida e eu gosto muito da Praia da Vitória, por isso quero abrir cá um restaurante”, confessa, embora não tenha ainda decidido a sua localização.

Em relação a datas, Belmira Pires aponta Dezembro com mete para estar a funcionar na ilha, pretendo apostar na realização de casamentos, congressos, almoços e jantares de empresas, “aquilo que já faço no continente”, sem abdicar da utilização dos seus produtos da região de Lafões.

Localizado no município de Aguiar da Beira, “A Cabicanca” representa a zona do Dão-Lafões trazendo até à Praia diversos pratos da região, onde se destacam o cabrito, a vitela, o polvo, o arroz de feijão e o bacalhau. Os enchidos caseiros, o queijo da serra, a tradicional bola de carne e os torresmos fazem parte da oferta em termos de entradas.

Questionada sobre os favoritos dos clientes, Belmira Pires aponta para o cabrito no forno, o arroz de feijão com vitela e o bacalhau, “aqui as pessoas adoram bacalhau”.

“Estelas” aposta no mar

Presente desde 2003 (falhou a edição de 2006) o restaurante “Estelas”, de Peniche, tem no peixe e nos mariscos a sua principal atracção.

Lagostins, mariscada à chefe, camarão, amêijoas, fritadas e variados peixes do dia constituem o prato forte da ementa.

Em relação a prato típico, Diamantino Neto, o proprietário, recomenda o peixe “à Berlenga” uma homenagem à pequena ilha localizada perto de Peniche. Este prato é feito “com um molho parecido com o Bolhão Pato sendo que o peixe é cozinhado neste molho e depois é servido acompanhado de amêijoas e batata”.

Diamantino Neto aponta ainda o facto de todos os pratos confeccionados no “Estelas” serem “feitos na hora”, o que por vezes leva a alguma demora “quando temos grupos maiores que gostam sempre de experimentarem vários pratos”.

O “Estelas” trouxe até à Praia da Vitória uma equipa de nove pessoas com mais dois ajudantes locais, e, segundo Diamantino Neto, “temos visto mais gente a procura de trabalho aqui na feira gastronómica, nos outros anos não tínhamos essa facilidade em arranjar pessoal”.

Sabores do Ribatejo

O Restaurante “A Taberna do Alfaiate” funciona na localidade da Lapa, concelho do Cartaxo, em pleno Ribatejo, há 16 anos, mas, segundo João Espírito Santo, o nome já está na família desde 1898, sempre ligado ao comércio e à produção vinícola.

Representando o Ribatejo, “A Taberna do Alfaiate” apostou em várias entradas e pratos tipicamente regionais, com destaque para o bácoro (pequeno porco selvagem) assado no forno à padeiro, que tem a particularidade de ser assado numa telha e levar massa de pão por cima que vai a cozer ao mesmo tempo, “dando-lhe um gosto especial”, afirma João Espírito Santo.

Outras especialidades da casa são as migas de bacalhau, o cabritinho assado no forno, o naco de boi com vinho tinto e batatas no forno, a roleira com vinho tinto, os queijos e enchidos e as favinhas com chouriço.

Em relação aos vinhos, outro marco da região, João Espírito Santo não pôde trazer a sua produção caseira por razões logísticas, mas tem a disposição dos apreciadores um “Quinta da Lapa”, que segundo o próprio “representa a essência do vinho do Cartaxo”.

Este ano marca a terceira vez que “A Taberna do Alfaiate” participa nas festas da Praia da Vitória e segundo o seu responsável, “já tivemos pessoas da Terceira que foram ao Cartaxo à procura do nosso restaurante”.

in A União

Os meus parabéns aos responsáveis pelo restaurante "A Taberna do Alfaiate", que representam condignamente o nosso concelho, o Cartaxo!

1 comentário:

Stran disse...

Boa Tarde,

Acabei de criar um novo o site, o "escritores de blogues" (para visualizar o site basta clickar no meu nome). Este site é uma rede social destinada a todos os escritores de blogues que o fazem em português. O objectivo é criar um espaço comum a todos para que seja facilitado o contacto e a visibilidade de novos projectos independentemente da ferramenta (blogspot, sapo, wordpress) que utilizam.

Neste sentido gostava de o convidar, e a todos os escritores de blogues que estiverem interessados. Para tal basta seguir o link e carregar onde diz "Join this network".

Muito obrigado pela atenção,

Melhores Cumprimentos,

Stran