21 fevereiro 2008

Pedro Gil deverá ser vereador socialista na Câmara do Cartaxo

O enólogo e director de produção da Adega Cooperativa do Cartaxo, Pedro Gil, deverá ser o próximo vereador socialista do executivo municipal caso se concretize terça-feira, dia 26, a renúncia ao mandato de Pedro Ribeiro, que esta quinta-feira disse querer sair do executivo.

Pedro Gil é o quinto elemento da lista do PS que ganhou as eleições autárquicas de 2005. Nas eleições para a concelhia do PS do Cartaxo, realizadas dia 15, não se manifestou publicamente a favor de qualquer candidatura. Recorde-se que Paulo Caldas venceu as eleições com 133 votos face aos 64 votos de Pedro Ribeiro.

O presidente da Câmara do Cartaxo encara com naturalidade a decisão de Pedro Ribeiro, que já o abordou nesse sentido. “Uma posição que deveria ter sido tomada antes”, refere Paulo Caldas, que deseja a Pedro Ribeiro, que foi seu vice-presidente e com quem se incompatibilizou, sucessos pessoais e políticos e uma boa carreira junto do secretário de Estado da Justiça, Conde Rodrigues, de quem é assessor desde que foi destituído dos pelouros em Agosto de 2007.

Para o presidente é um orgulho para o Cartaxo ter uma pessoa competente como Pedro Gil no executivo, que não será vereador a tempo inteiro. Pedro Gil disse a O MIRANTE-Online que já falou informalmente com Paulo caldas que lhe endereçou o convite para integrar o executivo mas que primeiro terá de definir a sua situação profissional com a Adega Cooperativa do Cartaxo.

Na reacção aos resultados das eleições da concelhia do PS, Pedro Ribeiro afirmou a O MIRANTE que saberia “ler os resultados e os sinais que daí resultam para o futuro, a trabalhar como militante do PS e sem destabilizar a nova equipa”. Na altura pôs também de parte para já avançar com uma candidatura independente nas eleições autárquicas de 2009 e não se pronunciou sobre uma possível saída do executivo.

in O Mirante

Sem comentários: